Relacionamento intrapessoal e interpessoal no ambiente de trabalho

Por Alessandra Rodrigues

Nós seres humanos somos seres sociáveis e por mais que você admita para as pessoas que gosta de ficar sozinho e de ter seus momentos de solidão para organizar seus pensamentos e dar atenção a você, eles não passam disso: momentos!

Que são momentos de extrema importância para que possamos trabalhar o nosso autoconhecimento, mas quando esse momento passa, a ordem natural é que comecemos a interagir com as outras pessoas, a interação social faz parte de quem somos, e é nessa interação que vão surgindo os relacionamentos.

No ambiente de trabalho o fator “relacionamento interpessoal” está cada vez mais valorizado, as empresas estão cada vez mais buscando profissionais que saibam lidar com as pressões do dia a dia e mesmo assim manter o bom relacionamento com os envolvidos nos processos, pois o bom relacionamento interpessoal gera um bom desempenho do trabalho em equipe, maior engajamento por parte dos profissionais e também a redução dos conflitos.

Relacionamento Intrapessoal

Em minha opinião o relacionamento intrapessoal é tão importante quanto o interpessoal, pois é justamente ele que irá definir seu sucesso ou fracasso durante as relações com as demais pessoas.

O relacionamento intrapessoal é aquele que reflete o seu interior, é o relacionamento que você tem com você mesmo. O relacionamento intrapessoal está relacionado ao seu autoconhecimento, controle emocional, autoestima e autoafirmação, é a segurança que você desenvolve em você mesmo.

O quanto você se conhece? O que você quer? O que você precisa? O que você deseja? Quais são seus planos? Quais seus sonhos? Você pretende fazer o que faz para o resto da sua vida?

Você consegue responder a todas essas perguntas?…Se você não conseguiu, se pergunte novamente: O quanto você se conhece? E trabalhe o autoconhecimento em você, essa atitude é muito mais importante do que você imagina, pois nosso pensamento é energia criadora, somos o que pensamos, e pensamos aquilo em que acreditamos ser verdade dentro da nossa cultura e visão de vida.

Por mais que as pessoas não possuam o poder de ler as nossas mentes, nós funcionamos como um espelho e refletimos externamente aquilo que criamos em nosso interior, durante o processo de comunicação com as pessoas nós expomos o nosso ponto de vista, as nossas ideias e os nossos ideais, tudo isso vem de dentro, do que acreditamos, e até quando não falamos nada o nosso corpo fala por nós, a sua postura está diretamente relacionada com a maneira como você se vê e se posiciona dentro da sociedade. Abordamos mais a fundo esse tema no artigo “A importância da comunicação no ambiente de trabalho”, o nosso corpo fala, e a nossa postura irá ser de extrema importância durante as nossas relações interpessoais, assim como o domínio que temos dos nossos sentimentos.

Todo o sentimento que gerimos de alegria, felicidade, raiva, empatia e todos os outros, serão colocados à prova quando externamos, uma crise de estresse em um momento inoportuno pode gerar uma tensão no ambiente em que você estiver socializando. Você trabalhar a sua inteligência emocional te ajudará muito a manter relacionamentos interpessoais saudáveis, quanto mais você se conhece, maior será o seu controle sobre as suas atitudes. Ler em “Inteligência Emocional no Ramo de Negócios”.  

Relacionamento Interpessoal

O relacionamento interpessoal significa a relação de duas ou mais pessoas, e ela é aplicada em diferentes âmbitos, no social, no familiar e no trabalho. Temas da ordem social são estudados pela sociologia, e o conceito dessas relações foi desenvolvimento e estudado inicialmente por Max Weber. Para Weber os ideais, crenças e valores de uma pessoa, eram os principais fatores para determinar a mudança social, e que os indivíduos possuíam total liberdade para agir e modificar a sua realidade, no processo ao qual ele chamava de ação social.

Os relacionamentos interpessoais requerem disciplinas de nossa parte, pois constantemente convivemos em ambientes diferentes, hora em casa, hora na escola, hora entre os amigos e também com os colegas de trabalho, que será o nosso foco, mas perceba que em cada âmbito social você adota uma postura diferente.

Quando uma pessoa fala: eu não tenho “duas caras”, eu sou a mesma pessoa em todos os lugares em que frequento! … Esse tipo de pensamento é válido quando você tem consciência de que aquilo que não muda são os seus princípios, ou seja, aquilo que você acredita ser errado, será errado em qualquer lugar do mundo onde você for, já a sua postura e seu comportamento, eles mudam sim, você não age no serviço da mesma maneira como você age na sua casa, você não trata os seus amigos de infância da mesma maneira como trata os seus colegas de trabalho ou os seus superiores. Acreditar que você é a mesma pessoa em todos os lugares sem ter consciência de que existe diferença entre seus princípios e seu comportamental, além de te tornar uma pessoa inflexível é um ledo engano.

Então se você é super descontraído no meio dos seus amigos, mas um pouco mais introvertido no seu âmbito profissional, saiba que esse é o nosso poder de adaptação agindo para se adequar ao ambiente em que nos encontramos, e esse extinto é natural, uma vez que nós como seres sociáveis sentimos a necessidade da aceitação social.

No ambiente de trabalho essa atitude é de extrema importância, quando você sabe se comportar de maneira adequada, sabe se expressar nas horas certas, sabe controlar suas emoções diante das dificuldades diárias e sabe como deve se reportar as pessoas de diferentes níveis hierárquicos, você provavelmente irá obter sucesso nas suas relações interpessoais.

O relacionamento interpessoal não é uma tarefa fácil, pois o tempo todos nós estamos lidando com indivíduos únicos, cada um possui crenças e valores diferentes, e apesar de estarmos todos inseridos em uma cultura maior que rege a nossa sociedade, existe a cultura familiar que é base da formação das pessoas. Saber lidar com diferentes perfis não é tão simples assim, e por isso muitas vezes existem os conflitos, mas como em todas as ocasiões existe uma premissa básica que supera as divergências, que se chama RESPEITO.

Para nos auxiliar aqui vão algumas dicas de como manter o bom relacionamento no ambiente de trabalho:

  • Empatia: é saber se colocar no lugar do outro, é aplicar aquela velha frase “não vamos fazer para as pessoas o que não gostaríamos que fizessem para nós” em prática. Ter empatia é importante para todo tipo de relacionamento.
  • Autoconhecimento: falamos sobre o autoconhecimento na relação intrapessoal, é importante você se conhecer para ter maior controle sobre as suas atitudes.
  • Diferenças: saber que as diferenças existem e enxergar elas como uma maneira de agregar valor ao trabalho. Entender que as diferenças ajudam a construir um ambiente mais dinâmico e multidisciplinar, nenhuma pessoa é igual a outra e somar as diferenças pode proporcionar crescimento profissional.
  • Ouvir: pode parecer simples, mas não é uma tarefa fácil, saber ouvir o que as pessoas têm a dizer e se preparar para as opiniões que são contrárias as suas, respeitar a comunicação é essencial.
  • Abordagem: trabalhar a sua observação para saber qual a melhor maneira de abordar uma pessoa, ser cordial trás resultados positivos, e saber causar boa impressão nos primeiros contatos abrem portas para um relacionamento interpessoal mais saudável nos próximos contatos.
  • Rapport: é espelhar o comportamento das pessoas para que elas se identifiquem e confiem em você. Isso não significa que você precise mudar, mas é importante se adaptar a quem você está conversando.
  • Se “vender”: falar sobre si, se apresentar de maneira simples gera mais empatia e confiança. Cuidado com os excessos, a mentira por outro lado, pode colocar tudo a perder. Saiba destacar as suas qualidades sem prepotência ou arrogância.

Existem algumas atitudes que as empresas podem adotar como forma de melhorar o relacionamento interpessoal entre os seus funcionários, e esse processo já começa na hora da contratação. Ter profissionais de recrutamento bem preparados para que possam alem de avaliar a qualidade técnica do candidato, identificar se as crenças e valores deles estão alinhados com a cultura organizacional da empresa, escolher boas lideranças, oferecer palestras sobre os temas relacionados e aplicar dinâmicas.

Desenvolver um bom relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho é bom para o perfil do profissional no mercado de trabalho, e é bom para a empresa, são atitudes que refletem positivamente nos resultados e no clima organizacional. Todos ganham!

 

Ramo de Negócios agradece Alessandra Rodrigues pela colaboração!

Dúvidas ou Sugestão para seu Ramo de Negócios? Entre em contato!

contato@ramodenegocios.com

1 Comment

  1. João says: Reply

    Ótimo artigo, Alessandra. A inteligência emocional é uma característica fundamental dos bons líderes modernos.
    Parabéns.

Leave a Reply